Páginas

domingo, 10 de abril de 2011

Com o vento

Eu quero voar
mas não quero ir só .
Você tem medo.
Você é sólido,
uma rocha firme ali na areia
Eu sou o deserto,
de areias que se vão com o vento

Meu universo de papel
é frágil e belo ,de suspiros
Sonhos amorfos e metamórficos
Coisas que passam
Coisas que quase nunca permanecem iguais.