Páginas

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Beleza fácil



E o mundo gosta da beleza fácil
Do que é superprático
Banalidade rara
Superfície clara
Do que se vê logo de cara
E nunca se enxerga